Marwari

Marwari

Mensagempor Ana Paula em Seg Ago 23, 2010 11:11 pm

"Não é preciso muita experiência para conseguir reconhecer um Marwari. As orelhas curvadas voltadas para fora, os olhos iluminados e uma andadura peculiar fazem desta uma das raças mais extravagantes do continente asiático.

Originados no nordeste da Índia, na fronteira com o Afeganistão, os Marwari eram considerados animais sagrados. Estavam acima da natureza e dos homens, inclusive dos Rathore Rajput, clã que dirigia toda a região.
Na antiguidade, somente os integrantes dessa família podiam ter a honra de montar um Marwari. No início do século XII, os Rajput deram início a um rigoroso processo de aprimoramento da raça, no qual utilizavam apenas os melhores garanhões. Entretanto, em 1193, os Rathore perderam uma guerra e foram expulsos de seu território. Para se reorganizarem, eles se retiraram para um dos locais mais inóspitos e inacessíveis da Índia, o deserto de Thar, conhecido também como grande deserto indiano. Os seus veículos eram os cavalos Marwari.
Para estes guerreiros, a posse do cavalo foi vital para sua sobrevivência no deserto.
A partir deste momento, os critérios para o desenvolvimento da raça tornaram-se bem mais simples: era necessário apenas que o animal sobrevivesse às intempéries do ambiente desértico e operasse de forma precisa, mesmo sob condições adversas. Durante esse período, a crescente admiração dos povos locais pela coragem, resistência e lealdade da raça fizeram com que este cavalo virasse parte da tradição Rajput.
O Marwari possui nas suas capacidades algo tão extravagante quanto as suas orelhas voltadas para fora. Uma quinta andadura, chamada revaal, consiste num passo alongado, com um pouco de movimento vertical, e é extremamente suave e confortável para o cavaleiro.
Além disso, são cavalos extremamente resistentes, conseguem trabalhar durante todo o dia com muito pouco alimento, possuem cascos muito fortes, sendo necessário ferrá-lo somente em terreno com pedras.
Os Marwari possuem pêlos finos e sedosos, e são aceitos cavalos de todas as colorações. O seu corpo é forte e com músculos bem definidos. Os olhos são grandes, brilhantes e interessados, e o pescoço tem um comprimento médio e se arqueia (encaixa) quando em movimento.
Esses cavalos mantêm na sua morfologia características das raças que os originaram: os cavalos mongóis e os Árabes. O principal aspecto que os diferencia são as orelhas voltadas e o facto de elas conseguirem se movimentar quase 360 graus.

No mundo inteiro, apenas os Marwari e os Kathiawari possuem essa conformação das orelhas. A diferença entre as duas raças é que os Kathiwari são um pouco menores e mais parecidos com o cavalo Árabe. Os Kathiawari também podem ser admitidos em todas as cores, porém o alazão é o mais comum.
Durante a ocupação britânica na Índia, o número de exemplares da raça declinou notavelmente, mas devido aos esforços do clã Rajput, influente na região, a criação dos Marwari voltou a florescer após a saida do exército inglês.
Hoje em dia, estes cavalos são bastante utilizados como cavalos dançarinos, populares em festivais e casamentos indianos. Os saltos sem a presença do cavaleiro são uma das figuras que compõe a alta escola, e teriam sido ensinados há muitos anos, quando o cavalo ainda era utilizado para a guerra."


marwari_cavalo.jpg
marwari_cavalo.jpg (16 KiB) Exibido 2425 vezes


marwarihorse.jpg
marwarihorse.jpg (42.06 KiB) Exibido 2425 vezes


:study: :salut:
Por mais longa que seja a caminhada o mais importante é dar o primeiro passo.
Avatar do usuário
Ana Paula
 
Mensagens: 1659
Registrado em: Qui Mai 21, 2009 1:11 am
Localização: Cascais/Teixoso(Covilhã)

Voltar para OUTRAS RAÇAS

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron